Voltar

Avanço das tecnologias de gestão exige novo perfil do CIO

Por Adriele Marchesini

Profissional deve aliar conhecimento técnico ao estratégico e ganhar destaque nas decisões sobre o futuro do hospital

por editorial GesSaúde

Com os avanços e transformações que as tecnologias de gestão trazem ao setor da Saúde, fica cada vez mais evidente o papel do departamento de TI na evolução dos hospitais. É atribuição do CIO (Chief Information Officer), ou qualquer que seja a denominação do líder de TI na instituição, posicionar o departamento de forma mais ativa na gestão. É esse profissional com perfil mais estratégico o responsável por transformar os dados coletados diariamente em informações que irão preparar o hospital para lidar com os desafios do mercado.

TI estratégica para evoluir a maturidade de gestão hospitalar

Dentre as novas atribuições demandas nesse ambiente de transformação digital, estão:

  • Profissionalização: é impossível ter uma TI madura se a gestão do hospital não for profissionalizada. Aqui, portanto, mora a importância da adoção de metodologias para criação e acompanhamento da estratégia empresarial, gerenciamento de processos, gestão de pessoas e adoção de políticas de governança corporativa;
  • Mudança de visão: historicamente, a TI foi vista como departamento meramente operacional do hospital. Contudo, com a transformação digital e o apoio cada vez maior das tecnologias de gestão nos processos de negócio, é preciso colocar a área como agente ativo e consultivo da estratégia. Para tanto, o líder do departamento deve ter um viés mais estratégico e menos funcional;
  • Tradução de conceitos: uma vez que o líder de TI é considerado como um consultor dentro do hospital, ele precisa traduzir a tecnologia para a linguagem de negócio. Em outras palavras, ensinar como extrair valor e reduzir custos com a adoção de soluções;
  • Parceria: o CIO deve possuir a capacidade de trabalhar com o diretor clínico e todas as demais áreas do hospital, para orientar sobre a melhor maneira de implementar tecnologias de gestão em uma organização de Saúde. É a ponte entre as áreas de TI e assistencial.
  • Conhecimento do negócio: o CIO deve estar sempre focado a encontrar respostas para melhorar a experiência e segurança do paciente na relação com o hospital. Por isso, precisa entender do negócio de Saúde, não só de TI;
  • Análise de dados: tecnologias como Business Intelligence (BI) e big data, que permitem trabalhar a grande quantidade de dados gerados pelos sistemas informatizados, viabilizam a extração de insights de negócios. Para isso, contudo, é importante que o CIO e sua equipe estejam preparados para analisar dados dentro do contexto do negócio.

Ainda é possível perceber organizações que consideram como inovação apenas a implantação do Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) ou um sistema de gestão, por exemplo. Por isso, antes de pensar em transformar o departamento de TI, o líder do hospital precisa entender que os tempos, e as demandas, mudaram.

A transformação cultural é cada dia mais necessária em um setor que passa por uma tempestade – incluindo mudanças no modelo de remuneração e monetização, avanço de tecnologias disruptivas e a necessidade de, em meio a tudo isso, se manter vivo e relevante no mercado. As respostas para esses e outros desafios são simplificadas com uma atuação mais estratégica do CIO, aliada aos demais pilares que compõem a maturidade de gestão hospitalar.

Saiba mais:

Hospital: computação cognitiva e inteligência artificial revolucionam atendimento

Tecnologias de gestão: passo a passo da migração tecnológica

Hospital: 5 tecnologias de gestão essenciais na era da transformação digital

Foto: Depositphotos


20 de Fevereiro de 2018 | Atualizado dia 20 de Fevereiro de 2018


ÚLTIMAS POSTAGENS

Editorial GesSaúde

Atenção Primária à Saúde: por que ela é cada vez mais necessária

Modelo utilizado pelo SUS começa a chegar à Saúde Suplementar; entenda como o hospital deve se adaptar à mudança por…Leia mais.

Editorial GesSaúde

Estratégias de gestão de Saúde populacional para hospitais

Gestores devem mudar o olhar na administração, com direcionamento horizontal e apoiado em práticas de maturidade de gestão Por editorial…Leia mais.

Gerenciamento de processos hospitalares: uma visão horizontal

Metodologia impacta diretamente nos resultados porque permite que a organização conheça o encadeamento das suas operações Por Fabiana Freitas Desconhecer…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos