Voltar

Estratégia empresarial: o desafio de ir além da mera formalidade

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade


Ao elaborar missão, visão e valores do hospital, deve-se garantir que conceitos irão permear todas as atividades listadas no planejamento estratégico

por editorial GesSaúde

Missão, valores e visão são alicerces que resumem a razão de existir de toda organização, sua identidade operacional e ideológica, independentemente do setor no qual está inserida, e servem como premissa para toda a decisão de negócios. Em um mercado cada vez mais desafiador na Saúde, com fusões e aquisições aquecidas, mudanças no modelo de remuneração e transformação digital, esses conceitos de estratégia empresarial não devem ser vistos pelo hospital como mera formalidade. Eles são definidos ou revisados durante o planejamento – etapa interna fundamental para lidar com as turbulências externas.

  • Missão: motivo pelo qual a instituição foi criada, seu propósito, sua espinha dorsal. A pergunta “qual nossa missão?” deve ser feita antes mesmo de a instituição ser lançada ao mercado. As razões de existir do negócio podem ser diversas, mas devem ser dispostas de forma clara, objetiva, e realista. Construir uma mensagem vaga como “atender o paciente com eficiência” ou “gerar lucros por meio do aumento no número de usuários atendidos” é pouco efetivo. A missão deve resumir o que se planeja entregar à sociedade;  o diferencial do serviço prestado; mercado  de atuação; principais competências; a maneira de se fazer negócio e o público atendido.

Em uma organização com gestão madura, a missão é retomada frequentemente para auxiliar nas decisões estratégicas. Por exemplo: se não houver confluência entre uma nova oportunidade e a razão de existir da instituição, o negócio não deve ser aproveitado, mesmo que aparente ser rentável.  

Veja alguns exemplos de  missão definidas por organizações de Saúde:

Hospital Albert Einstein: Oferecer excelência de qualidade no âmbito da Saúde, da geração do conhecimento e da responsabilidade social, como forma de evidenciar a contribuição da comunidade judaica à sociedade brasileira.”

Sociedade Beneficente de Senhoras – mantenedora do Hospital Sírio-Libanês: “A Sociedade Beneficente de Senhoras Hospital Sírio-Libanês é uma instituição brasileira que desenvolve ações integradas de assistência social, de Saúde, de ensino e de pesquisa.”

  • Valores: a missão também deve estar conectada aos valores da instituição, que resumem sua “personalidade”. Esses princípios  servem como balizadores para a contratação e a formação  dos colaboradores, junto, por consequência, das práticas que serão usadas para alcançar os objetivos propostos. Eles apontam de que forma a instituição deve se comportar com pacientes e demais interlocutores nas mais variadas situações e como o negócio se assume perante a concorrência.

Os princípios devem conter expressões que realmente façam sentido para o corpo empresarial e para a missão a qual a organização se propôs a seguir.

Veja alguns exemplos:

Hospital Santa Helena: Excelência no atendimento; Humanização; Respeito; Valorização pela vida do próximo.

Hospital Santa Catarina: Tradição, Humanização, Credibilidade, Respeito e dignidade, Empreendedorismo.

  • Visão: indica como a companhia quer ser reconhecida no futuro  e está atrelada ao significado dos objetivos organizacionais. Estruturada uma missão e garantidos os valores de sustentação, a visão é consequência final. Somente indicando aonde se quer chegar é possível maximizar resultados.

Exemplos:

Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo: “Ser reconhecida pela excelência no atendimento, ensino,  pesquisa e gestão em Saúde.”

Hospital Santa Isabel: “Ser reconhecido entre as principais opções de hospitais em medicina supletiva.”

Estruturados missão, visão e valores, o hospital consegue pensar nos próximos passos da estratégia empresarial e fazer com que cada atividade planejada e executada seja permeada por esses conceitos.

Saiba mais:

Plano de voo: como os hospitais poderão superar a turbulência em 2018

Fusões e aquisições como estratégia empresarial e o impacto sobre o paciente

Planejamento empresarial: desdobrando metas em objetivos estratégicos

Foto: Pixabay


18 de janeiro de 2018 | Atualizado dia 16 de outubro de 2018


ÚLTIMAS POSTAGENS

Gestão Hospitalar

Resultado e profissionalização da gestão, este é o nome do jogo na Saúde

É o momento de os hospitais avançarem na profissionalização dos processos de gestão para enfrentar as transformações que estão ocorrendo…Leia mais.

Gestão Hospitalar

Telemedicina ganha novas aplicações na Saúde Pública

Especialista ressalta que o uso da tecnologia e a comunicação virtual já são usados em diversos países Por Editorial GesSaúde…Leia mais.

Gestão Hospitalar

Líder de área e dono de processos: qual a diferença e importância na gestão

O papel e perfil de cada profissional é marcante na garantia de rotinas executadas de forma correta e na entrega…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos