A importância de mensurar a experiência e satisfação do paciente - GesSaúde
Voltar

A importância de mensurar a experiência e satisfação do paciente

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade


Definir uma área departamental para gerenciar a experiência pode auxiliar a organização a alcançar melhores resultados

Por Priscilla Martins*

As organizações de Saúde estão em constante busca para melhorar a prestação de serviços em todos os quesitos, sejam relacionados à espera do atendimento administrativo, como na prestação e qualidade do atendimento à saúde e as condições em que o paciente é liberado para o domicílio. Qualidade, segurança, eficiência, custo e cuidado centrado no paciente é que irão traduzir a experiência dentro a instituição.

A experiência do paciente é muito mais do que a satisfação do cliente em relação ao serviço prestado. A satisfação pode ser uma avaliação subjetiva, pois para avaliar o seu grau de satisfação o paciente pondera se suas expectativas foram sanadas em relação a qualidade do atendimento. Porém, esta expectativa poderá ser diferente de paciente para paciente em um mesmo serviço ou atendimento prestado. Portanto é importante compreender que a satisfação é um dos fatores em relação a experiência do paciente, e pode ser mensurada através das pesquisas realizadas pelo Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC).

A instituição internacional referência sobre o tema da experiência do paciente é o Berly Institute, que define esta experiência como a somatória de “todas as interações, moldadas pela cultura da organização, que influenciam a percepção do paciente por meio da continuidade do cuidado”. A percepção está relacionada a tudo aquilo que o paciente irá verificar e poderá lembrar em relação aos cuidados realizados, por exemplo, o atraso nas medicações. Sendo assim, desde o agendamento de consultas ou acesso as informações no site da organização de Saúde, passando pela recepção do paciente, limpeza do ambiente e a realização dos cuidados assistenciais, estamos lidando com a experiência do paciente que envolve todas as áreas e pessoas relacionadas no negócio Saúde.

A experiência do paciente deve ser mensurada pela instituição com seus indicadores de qualidade e segurança baseado em 6 dimensões: segurança, efetividade, eficiência, tempo certo, consistência das informações e o cuidado centrado no paciente. Podem ser avaliados indicadores como: taxa de infecção, higiene das mãos quantidade de eventos adversos, tempo de atendimento, redução de esperas e atrasos. A realização de um serviço humanizado, criação de vínculo, melhorar o tempo de resposta ao paciente, são fatores que também podem auxiliar em uma experiência positiva

Departamento de experiência do paciente

É de extrema importância a existência de um departamento que trabalhe a experiência do paciente, mas não podemos esquecer que a experiência do colaborador está diretamente relacionada à experiência do paciente, pois colaboradores engajados e motivados, são estimulados a trabalhar em equipe e realizam suas funções da melhor forma possível, impactando positivamente na experiência do paciente.

O escritório de experiência do paciente, deve realizar diversas atividades dentre elas:

  • Avaliar os canais de comunicação (mídias sociais, ouvidoria, SAC, imprensa, conselhos consultivos, pesquisas de satisfação dentre outros) para verificar se estão adequados e acessíveis ao público alvo;
  • Avaliar os indicadores estabelecidos pela instituição como balizadores do processo de experiência do cliente.
  • Avaliar os resultados das pesquisas dos meios de comunicação, e traduzir a expectativa do cliente em experiência real a ser vivenciada;
  • Realizar a gestão dos pacientes e colaboradores, com base nas pessoas, nos processos e no ambiente visando analisar suas experiências.
  • Realizar a identificação de problemas e oportunidades para criação de projetos de melhoria junto às áreas.
  • Verificar se nos processos institucionais existem barreiras que prejudiquem a experiência do cliente, e criar ações de melhoria.
  • Promover ações de engajamento, capacitação e treinamento de todas as equipes, produzindo informações sobre experiência do cliente.
  • Gerar conhecimento e inovação para boas práticas no cuidado centrado no paciente melhorando sua experiência;
  • Promover a integração das áreas e o alinhamento institucional com base na visão, missão e valores resgatando e reforçando a cultura da instituição.
  • Realizar programa de reconhecimento em relação a experiência do paciente, sendo um dos fatores de incentivo aos colaboradores sobre sua importância neste processo, independente de qual seja sua área de trabalho.  

É necessário implantar a cultura de experiência do paciente, e envolver todos, inclusive as áreas de backoffice, e verificar os feedbacks recebidos em torno desta experiência. Aqueles pacientes que possuem uma experiência positiva, consequentemente são mais participativos em seu tratamento.

Priscilla Martins é enfermeira, especialista na área assistencial e consultora da GesSaúde. É classificadora de risco pelo protocolo de Manchester; especialista em enfermagem com ênfase em nefrologia e pós graduada em Gerenciamento de projetos.

Saiba mais:

Gestão por processos: não perca a capacidade de se indignar

Café & Gestão SP: o desafio da formação de novos médicos

Gestão de pessoas: o perfil do líder para engajar as equipes


26 de março de 2019 | Atualizado dia 26 de março de 2019


ÚLTIMAS POSTAGENS

Gestão da Saúde

Planejamento estratégico: definição de metas e indicadores

Estratégias devem ser elaboradas com o auxílio de indicadores para garantir a obtenção dos objetivos da organização de Saúde Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

Plano estratégico: entenda a importância na gestão da Saúde

De forma simplificada, o plano estratégico é o resultado do planejamento estratégico e deve ser compartilhado com todas as equipes…Leia mais.

Gestão da Saúde

Gestão hospitalar: os cinco pilares da maturidade

Focar estratégias apenas em tecnologias não garante resultados eficazes; conheça as estruturas da maturidade de gestão hospitalar  Por Roberto Gordilho…Leia mais.

Gestão da Saúde

Experiência do cliente e a importância do BPM na Saúde

Gerenciamento de processos executado de forma eficaz contribui para a satisfação e experiência do cliente Por Fabiana Freitas A experiência…Leia mais.

Gestão da Saúde

Estratégia competitiva como forma de perpetuar a organização

Em um cenário de competitividade extrema e de transformações constantes, a estratégia competitiva é fundamental para o negócio Por Roberto…Leia mais.

Gestão da Saúde

Entenda o processo de modernização da gestão

Engajamento e treinamento de pessoas fazem parte do amadurecimento e processo de modernização da gestão Por Roberto Gordilho A visão…Leia mais.

Gestão da Saúde

Gestão do capital: entenda o movimento de financeirização na Saúde

De milhões para bilhões de reais, o setor de Saúde precisa de profissionalizar a gestão do capital Por Roberto Gordilho…Leia mais.

Gestão da Saúde

Por que o modelo de remuneração torna a Saúde ineficiente

Volume de procedimentos gerado e repasse de reajustes para clientes, são algumas das dificuldades do atual modelo de remuneração Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

Oportunidades de crescimento da Saúde no Brasil

Análise mercadológica e econômica apresenta bons motivos para organizações apostarem na Saúde no Brasil Por Editorial GesSaúde As oportunidades de…Leia mais.

Gestão da Saúde

A prescrição digital pode combater as fraudes de receita médica?

Por Rafael Moraes* A falsificação de documentos médicos é mais comum do que se pode imaginar. Para se ter uma…Leia mais.

Gestão da Saúde

Entenda o valor na Saúde para os 4 principais atores

Entrega de resultados e eficiência demanda que o gestor saiba oferecer valor na Saúde para os stakeholders Por Roberto Gordilho…Leia mais.

Gestão da Saúde

Planejamento estratégico: a importância do acompanhamento

A segurança do negócio e o alcance de metas exige acompanhamento rotineiro do planejamento estratégico Por Roberto Gordilho O final…Leia mais.

Gestão da Saúde

Cenários para enriquecer o planejamento estratégico

Ambientes externos e internos devem ser avaliados durante a produção do planejamento estratégico para a instituição Por Roberto Gordilho A…Leia mais.

Gestão da Saúde

Como alinhar a estratégia empresarial ao modelo operacional

Maturidade de gestão é o caminho para que a estratégia empresarial seja alinhada ao modelo de operação da instituição Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

Tempestade perfeita: por que a Saúde é diferente

Manter a segurança do negócio e o crescimento demanda buscar oportunidades nas transformações da tempestade perfeita Por Roberto Gordilho Uma…Leia mais.

Gestão da Saúde

A expectativa do cliente da Saúde mudou

Organizações precisam mudar o mindset para compreender a expectativa do cliente da Saúde Por Roberto Gordilho As  novas tecnologias, a…Leia mais.

Gestão da Saúde

Planejamento estratégico: como aplicar o 5W2H na gestão da Saúde

Ferramenta auxilia a identificar e especificar estratégias que devem constar no planejamento estratégico da organização Por Editorial GesSaúde Melhorar a…Leia mais.

Gestão da Saúde

Incorporar soluções de suporte à decisão clínica ao fluxo de trabalho pode fazer a diferença na Saúde

Em épocas de internet of things (IoT), inteligência artificial, realidade aumentada, big data, fica meio difícil imaginar nossas vidas sem…Leia mais.

Gestão da Saúde

Gestores extraordinários: o passo a passo para o sucesso

Roberto Gordilho apresenta curso inovador para todos que ocupam ou querem ocupar cargos de gestão e se tornarem gestores extraordinários…Leia mais.

Gestão da Saúde

Maturidade de gestão: vídeos mais acessados de 2019

Roberto Gordilho apresenta os conceitos mais relevantes para a maturidade de gestão na Saúde no canal GesSaúde do Youtube Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

O que é maturidade de gestão na Saúde

Entenda o conceito de maturidade de gestão na Saúde.

Gestão Hospitalar

Gestão hospitalar: 10 artigos mais lidos do Portal GesSaúde

2019 foi um ano de transformações na Saúde em que os principais conceitos de gestão hospitalar foram fundamentais para os…Leia mais.

Gestão da Saúde

Ação imediata: entenda como o gestor pode usar essa estratégia

Plano de ação imediata é uma ferramenta de correção de erros a fim de antever cenários e determinar a melhor…Leia mais.

Gestão da Saúde

O plano de ação para organizações de Saúde

Ferramenta de acompanhamento do planejamento, o plano de ação é fundamental para atingir metas e objetivos Por Editorial GesSaúde Como…Leia mais.

Estratégia Empresarial

Planejamento em Saúde: a importância de objetivos e metas bem definidas

Estabelecer metas, avaliar e metrificar resultados fazem parte do processo do planejamento em Saúde Por Editorial GesSaúde A operação dos…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos