Avanço das tecnologias de gestão exige novo perfil do CIO - GesSaúde
Voltar

Avanço das tecnologias de gestão exige novo perfil do CIO

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade


Profissional deve aliar conhecimento técnico ao estratégico e ganhar destaque nas decisões sobre o futuro do hospital

por editorial GesSaúde

Com os avanços e transformações que as tecnologias de gestão trazem ao setor da Saúde, fica cada vez mais evidente o papel do departamento de TI na evolução dos hospitais. É atribuição do CIO (Chief Information Officer), ou qualquer que seja a denominação do líder de TI na instituição, posicionar o departamento de forma mais ativa na gestão. É esse profissional com perfil mais estratégico o responsável por transformar os dados coletados diariamente em informações que irão preparar o hospital para lidar com os desafios do mercado.

TI estratégica para evoluir a maturidade de gestão hospitalar

Dentre as novas atribuições demandas nesse ambiente de transformação digital, estão:

  • Profissionalização: é impossível ter uma TI madura se a gestão do hospital não for profissionalizada. Aqui, portanto, mora a importância da adoção de metodologias para criação e acompanhamento da estratégia empresarial, gerenciamento de processos, gestão de pessoas e adoção de políticas de governança corporativa;
  • Mudança de visão: historicamente, a TI foi vista como departamento meramente operacional do hospital. Contudo, com a transformação digital e o apoio cada vez maior das tecnologias de gestão nos processos de negócio, é preciso colocar a área como agente ativo e consultivo da estratégia. Para tanto, o líder do departamento deve ter um viés mais estratégico e menos funcional;
  • Tradução de conceitos: uma vez que o líder de TI é considerado como um consultor dentro do hospital, ele precisa traduzir a tecnologia para a linguagem de negócio. Em outras palavras, ensinar como extrair valor e reduzir custos com a adoção de soluções;
  • Parceria: o CIO deve possuir a capacidade de trabalhar com o diretor clínico e todas as demais áreas do hospital, para orientar sobre a melhor maneira de implementar tecnologias de gestão em uma organização de Saúde. É a ponte entre as áreas de TI e assistencial.
  • Conhecimento do negócio: o CIO deve estar sempre focado a encontrar respostas para melhorar a experiência e segurança do paciente na relação com o hospital. Por isso, precisa entender do negócio de Saúde, não só de TI;
  • Análise de dados: tecnologias como Business Intelligence (BI) e big data, que permitem trabalhar a grande quantidade de dados gerados pelos sistemas informatizados, viabilizam a extração de insights de negócios. Para isso, contudo, é importante que o CIO e sua equipe estejam preparados para analisar dados dentro do contexto do negócio.

Ainda é possível perceber organizações que consideram como inovação apenas a implantação do Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) ou um sistema de gestão, por exemplo. Por isso, antes de pensar em transformar o departamento de TI, o líder do hospital precisa entender que os tempos, e as demandas, mudaram.

A transformação cultural é cada dia mais necessária em um setor que passa por uma tempestade – incluindo mudanças no modelo de remuneração e monetização, avanço de tecnologias disruptivas e a necessidade de, em meio a tudo isso, se manter vivo e relevante no mercado. As respostas para esses e outros desafios são simplificadas com uma atuação mais estratégica do CIO, aliada aos demais pilares que compõem a maturidade de gestão hospitalar.

Saiba mais:

Hospital: computação cognitiva e inteligência artificial revolucionam atendimento

Tecnologias de gestão: passo a passo da migração tecnológica

Hospital: 5 tecnologias de gestão essenciais na era da transformação digital

Foto: Depositphotos


20 de fevereiro de 2018 | Atualizado dia 15 de janeiro de 2020


ÚLTIMAS POSTAGENS

Gestão da Saúde

Gestores extraordinários: o passo a passo para o sucesso

Roberto Gordilho apresenta curso inovador para todos que ocupam ou querem ocupar cargos de gestão e se tornarem gestores extraordinários…Leia mais.

Gestão da Saúde

Maturidade de gestão: vídeos mais acessados de 2019

Roberto Gordilho apresenta os conceitos mais relevantes para a maturidade de gestão na Saúde no canal GesSaúde do Youtube Por…Leia mais.

Gestão Hospitalar

Gestão hospitalar: 10 artigos mais lidos do Portal GesSaúde

2019 foi um ano de transformações na Saúde em que os principais conceitos de gestão hospitalar foram fundamentais para os…Leia mais.

Gestão da Saúde

Ação imediata: entenda como o gestor pode usar essa estratégia

Plano de ação imediata é uma ferramenta de correção de erros a fim de antever cenários e determinar a melhor…Leia mais.

Gestão da Saúde

O plano de ação para organizações de Saúde

Ferramenta de acompanhamento do planejamento, o plano de ação é fundamental para atingir metas e objetivos Por Editorial GesSaúde Como…Leia mais.

Estratégia Empresarial

Planejamento em Saúde: a importância de objetivos e metas bem definidas

Estabelecer metas, avaliar e metrificar resultados fazem parte do processo do planejamento em Saúde Por Editorial GesSaúde A operação dos…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos