Voltar

Certificações e acreditações atestam qualidade das organizações de Saúde

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade


Uma instituição regida por normas oficiais obtém não apenas um diferencial mercadológico, mas também fornece confiança aos clientes

Por Priscilla Martins*

As certificações e acreditações são instrumentos baseados em regulamentações, normas, leis e boas práticas sobre as condições e realizações de determinadas atividades e oferta de serviços em organizações de Saúde. 

As certificações são obtidas através do reconhecimento público sobre  produtos, serviços ou sistemas de uma instituição, indicando que estão de acordo com as especificações. Já as acreditações são realizadas por organizações acreditadoras com envolvimento da comunidade científica e, para cada tipo de acreditação, existem normas específicas que devem ser seguidas, visando a segurança do paciente e melhoria dos controles de qualidade e gestão. 

 

As vantagens em obter certificações e acreditações estão no aumento da segurança da assistência prestada ao paciente, melhoria dos indicadores, diminuição dos eventos adversos, redução de tempo de espera no atendimento, baixa taxa de readmissão hospitalar, além de ser um diferencial competitivo de mercado que favorece a organização de Saúde. Conheça algumas das importantes certificações e acreditações hospitalares:

Acreditações

  • JCI: A Joint Commission International é uma das principais acreditações sobre a segurança e a qualidade dos serviços do setor de Saúde. Trata-se de uma organização não governamental norte-americana e as auditorias costumas acontecer a cada três anos.
  • QMentum International: acreditação que  orienta e monitora padrões de alta performance, o que envolve qualidade e segurança na Saúde.  Este programa utiliza critérios internacionais de validação mundial.
  • Niaho: National Integrated Accreditation for Healthcare Organizations é também uma norma norte-americana específica para organizações de Saúde, desenvolvida para melhorar os resultados dos hospitais.
  • Canadense: É uma metodologia de acreditação internacional que orienta os padrões de alta performance em qualidade e segurança na Saúde
  • Organização Nacional de Acreditação (ONA): é um dos principais selos que garante que a organização de Saúde possui qualidade na prestação de seus serviços e segurança nos processos de atendimento ao paciente.

Certificações

  • Healthcare Information and Management Systems Society (HIMSS): essa certificação garante que o hospital possui excelência em tecnologia voltada para o atendimento ao paciente. 
  • ISO 9000: voltada para a gestão, a certificação ISO atesta a qualidade da operação de uma empresa focada em oferecer qualidade e os melhores serviços para seus clientes. 
  • OHSAS 18001: essa norma é voltada para a segurança e saúde dos colaboradores de uma instituição. Para obter essa certificação, a organização precisa estabelecer controles para minimizar os riscos em todos os processos. 

É importante que seja decidido de forma consciente sobre qual acreditação e certificação melhor se enquadra na identidade organizacional, que é definida pela missão, visão e valores de acordo com o planejamento estratégico da instituição de Saúde, além das diretrizes éticas e comportamentais. Cada um dos processos de reconhecimento possui um foco diferente que deve ser o primeiro aspecto de escolha pois, para que o processo aconteça, é necessário que os colaboradores estejam conscientes de seu papel, das melhorias e dos ganhos institucionais, para que recebam as informações com mente aberta, e realizem as atividades sempre com base nos direcionamentos e no modelo de gestão organizacional.  

Processos de acreditação e certificação trarão o reconhecimento da qualidade do serviço prestado pela instituição de Saúde, que deve garantir a segurança do paciente, qualidade do atendimento, eficiência das operações além de uma experiência positiva. 

Por isso, um rol de certificações e acreditações empodera o hospital dentro de um mercado cada vez mais competitivo e vulnerável a diversas transformações. A operação do negócio demanda profissionalismo da gestão e uma base robusta de qualificações oficiais que fornecem não apenas um diferencial mercadológico, mas também a segurança para o cliente em sua jornada pela organização. 

*Priscilla Martins é enfermeira, especialista na área assistencial e consultora da GesSaúde. É classificadora de risco pelo protocolo de Manchester; especialista em enfermagem com ênfase em nefrologia e pós graduada em Gerenciamento de projetos.

Leia também:

Process mining como estratégia de melhoria da jornada do cliente

Estratégias de comunicação eficaz entre equipes e pacientes

Planejamento estratégico é processo decisivo para gestão da Saúde


15 de agosto de 2019 | Atualizado dia 15 de agosto de 2019


ÚLTIMAS POSTAGENS

Gestão da Saúde

Certificações e acreditações atestam qualidade das organizações de Saúde

Uma instituição regida por normas oficiais obtém não apenas um diferencial mercadológico, mas também fornece confiança aos clientes Por Priscilla…Leia mais.

Gestão da Saúde

Process mining como estratégia de melhoria da jornada do paciente

Especialista apresenta as vantagens de aliar às novas tecnologias, como a inteligência artificial,  para um percurso assistencial mais orientado ao…Leia mais.

Gestão da Saúde

Estratégias de comunicação eficaz entre as equipes e pacientes

Times de atendimento precisam estar amparados por processos claros de comunicação e aproximar o paciente das informações transmitidas Por Priscilla…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos