Gestão de mudanças: a organização está preparada para melhorar a operação? - GesSaúde
Voltar

Gestão de mudanças: a organização está preparada para melhorar a operação?

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade


Estratégia da administração moderna garante aumento de eficiência e preparo do hospital para as transformações em curso

Por Fabiana Freitas*

A transformação é constante no setor da Saúde que está cada vez mais dinâmico e competitivo. Por isso, os hospitais precisam encontrar soluções que auxiliem a gestão no desafio de garantir sustentabilidade e crescimento do negócio.

A gestão possuí várias frentes que precisam ser equilibradas para que se obtenha sucesso na organização: Governança Corporativa, Estratégia, Processos, Pessoas e Tecnologia, e na busca desse equilíbrio e sobrevivência muitas vezes é necessário implementar mudanças estruturais, estratégicas e/ou operacionais, e a gestão da mudança tem ganhado cada vez mais destaque como uma ferramenta de auxílio na difícil tarefa de realizar transformações necessárias.

Um hospital, além da sua complexidade, tem em sua essência pessoas cuidando de pessoas.Não pensar em como gerir as expectativas dessas pessoas é um grande risco de insucesso para a organização. A gestão da mudança tem como objetivo levar a instituição  do estado atual para o estado desejado através da preparação das equipes/pessoas para um novo cenário organizacional. E eleger lideranças fazem parte dos preparativos para implantar alterações na organização.

A mudança pode gerar desconforto nas pessoas pois na maioria das vezes essas transformações propostas implicam em mudança de tarefas, utilização de novas aplicações e medição de desempenho. Se as pessoas não estiverem confortáveis e participando desta transformação é comum a resistência, o que pode ser um fator que determine a falha no projeto ou implementação.

A mudança na organização ocorre em duas dimensões: pessoas e organização. Logo é fundamental conseguir a adesão dos colaboradores e das partes interessadas para obter sucesso na mudança planejada.

A gestão da mudança busca:

  • Cuidar das pessoas
  • Reduzir o sofrimento psicológico
  • Facilitar a caminhada para o novo

Benefícios e resultados da gestão de mudança:

  • Iniciativas com excelente gestão de mudanças são seis vezes mais prováveis de atingir os objetivos do que aquelas com gestão de mudanças pobres.
  • Cinco vezes mais provável permanecer no cronograma ou à frente dele
  • Duas vezes mais provável permanecer dentro ou abaixo do orçamento.

O desafio da gestão da mudança

Implementar mudanças não é uma tarefa simples ou fácil. Sempre existirá resistência dentro das organizações, pois estamos tratando de uma diversidade de pessoas com características, personalidades, valores e interesses diferentes, por esse motivo gerir mudanças está implícito em gerir pessoas. Por esse motivo, as empresas devem estar cientes de que enfrentarão muitos desafios durante essa empreitada. O maior deles será convencer os colaboradores da importância de efetivar essas modificações. Isso acontece principalmente porque os colaboradores pensam que se sempre agiram de uma forma que representou bons resultados, então não precisam mudar.

John Kotter, professor da Harvard Business School sugere que se aplique os passos abaixo:

  • Senso de urgência;
  • Crie alianças
  • Crie uma visão para a mudança
  • Invista na comunicação;
  • Empodere toda a base
  • Crie metas de curto prazo
  • Não diminua o ritmo
  • Torne a mudança parte da cultura

Incluir a visão humana e formas de comunicar as intenções, desenhos e razões das ações aos colaboradores permite o engajamento das pessoas e elas sentem que fazem parte do processo de transformação. A gestão da mudança ajuda a empresa a assimilar mudanças importantes. Ela deve proporcionar todas as condições para que, todos – colaboradores e o hospital – se adaptem a mudança com o menor impacto possível.

*Fabiana Freitas é sócia da GesSaúde. Administradora, também é especialista em gerenciamento de processos com foco em BPM e modelagem por BPMN. Possui especialização em desenvolvimento e gerenciamento integrado, bem como logística empresarial.

Leia também:

Times de resposta rápida: estratégia é voltada para aumentar a segurança do paciente

Process mining: mineração de processos para aumentar a eficiência da operação

Engajamento do paciente melhora os resultados nos cuidados com a saúde


16 de julho de 2019 | Atualizado dia 16 de julho de 2019


ÚLTIMAS POSTAGENS

Gestão da Saúde

O plano de ação para organizações de Saúde

Ferramenta de acompanhamento do planejamento, o plano de ação é fundamental para atingir metas e objetivos Por Editorial GesSaúde Como…Leia mais.

Estratégia Empresarial

Planejamento em Saúde: a importância de objetivos e metas bem definidas

Estabelecer metas, avaliar e metrificar resultados fazem parte do processo do planejamento em Saúde Por Editorial GesSaúde A operação dos…Leia mais.

Gestão da Saúde

Transformação digital na Saúde: como reduzir erros e ampliar a qualidade

Prontuário eletrônico, digitalização de informações e fim das prescrições em papel auxiliaram na conquista da certificação QMentum Internacional A prescrição…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos