Gestão de pessoas: como estruturar treinamento e desenvolvimento de funcionários - GesSaúde
Voltar

Gestão de pessoas: como estruturar treinamento e desenvolvimento de funcionários

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade


Capital humano é fundamental para garantir as transformações proporcionadas pelo avanço da tecnologia no hospital

por editorial GesSaúde

A transformação digital exige ritmo de evolução cada vez mais veloz. E como organizações são compostas por pessoas, o desenvolvimento do capital humano é crucial para que a companhia atinja os níveis definidos na estratégia empresarial.  A gestão de pessoas, realizada em conjunto entre os líderes do hospital e o departamento de recursos humanos, deve estruturar programas de treinamento e desenvolvimento de forma a garantir que as equipes estejam aptas a cumprir os desafios propostos no planejamento estratégico, com revisões constantes e consistentes.

O papel do RH na maturidade de gestão hospitalar

Treinamento “é uma ação planejada para aumentar o grau de conhecimento de quem se treina ou fazer com que este adquira novas habilidades ou atue segundo novos comportamentos”. Para estruturar programas que alcancem essa finalidade, é preciso levar em consideração que 20% do aprendizado do funcionário é proporcionado pela empresa, mas os outros 80% devem partir do próprio colaborador. A capacitação técnica é responsabilidade dele e deve ser avaliada já no momento da seleção, pois o que será conduzido pela organização é o treinamento para execução dos processos e visão da instituição sobre o negócio.

Algumas metodologias podem ajudar as organizações nas estratégias de treinamento e desenvolvimento de pessoas:

  • Cursos: para elaborar o treinamento das equipes, é preciso levar em consideração quais capacidades e competências deverão ser desenvolvidas na execução daquele processo, e quais são as metas que se quer atingir com ele. Os cursos podem ser presenciais – no modelo tradicional ou in company – e a distância. O formato mais adequado dependerá do que será ensinado.
  • Coaching e mentoring: são duas formas de acompanhamento individual. No primeiro caso, o objetivo é ajudar a pessoa a atingir objetivos específicos dentro de um determinado período de tempo. Nesse processo, identificam-se os gaps entre a capacidade atual do colaborador e o que ele deve desenvolver para chegar no nível necessário.  O trabalho é acompanhado por um profissional especializado, chamado de coach, e pode ser aplicado tanto para desafios pessoais quanto profissionais. Já o mentoring ocorre estritamente no âmbito corporativo e funciona na base do aconselhamento, feito por um profissional mais experiente naquela área que o colaborador quer se desenvolver. Não há prazos pré-estabelecidos para o atingimento de metas: a ideia é que haja um constante desenvolvimento vindo da relação de ensino-aprendizado entre os profissionais.
  • Feedbacks: momentos estruturados de feedbacks ajudam o colaborador a saber onde está acertando e onde precisa melhorar. Isso ocorre formalmente nas avaliações de desempenho, mas podem também ser feitos em outros momentos, conforme a necessidade identificada pelo gestor.
  • Team building: metodologia experimental que nasceu na década de 1940 e consiste em alinhar conceitos ensinados em programas de integração ou desenvolvimento com emoções. Integrar e aproximar pessoas que participam do mesmo processo, mesmo que sejam de diferentes departamentos, cria uma sensação de pertencimento a um objetivo maior e pode ajudar a fixar aquilo que foi aprendido.

É importante ainda que a organização estimule o desenvolvimento externo do profissional, estruturando planos de carreira que levem em consideração cursos e outras formas de aprendizado e evolução desenvolvidas fora do ambiente de trabalho. Com a gestão de pessoas alinhada aos objetivos estratégicos, o hospital está mais preparado para enfrentar as turbulências de um mercado de Saúde em constante transformação.

Saiba mais:

O desafio de aliar conhecimentos e competências na gestão de pessoas

Da contratação à avaliação periódica: o papel do líder na gestão de pessoas

CEO: verdadeiro líder não delega gestão de pessoas só ao RH

Foto: Depositphotos


22 de fevereiro de 2018 | Atualizado dia 15 de janeiro de 2020


ÚLTIMAS POSTAGENS

Gestão da Saúde

Planejamento estratégico: definição de metas e indicadores

Estratégias devem ser elaboradas com o auxílio de indicadores para garantir a obtenção dos objetivos da organização de Saúde Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

Plano estratégico: entenda a importância na gestão da Saúde

De forma simplificada, o plano estratégico é o resultado do planejamento estratégico e deve ser compartilhado com todas as equipes…Leia mais.

Gestão da Saúde

Gestão hospitalar: os cinco pilares da maturidade

Focar estratégias apenas em tecnologias não garante resultados eficazes; conheça as estruturas da maturidade de gestão hospitalar  Por Roberto Gordilho…Leia mais.

Gestão da Saúde

Experiência do cliente e a importância do BPM na Saúde

Gerenciamento de processos executado de forma eficaz contribui para a satisfação e experiência do cliente Por Fabiana Freitas A experiência…Leia mais.

Gestão da Saúde

Estratégia competitiva como forma de perpetuar a organização

Em um cenário de competitividade extrema e de transformações constantes, a estratégia competitiva é fundamental para o negócio Por Roberto…Leia mais.

Gestão da Saúde

Entenda o processo de modernização da gestão

Engajamento e treinamento de pessoas fazem parte do amadurecimento e processo de modernização da gestão Por Roberto Gordilho A visão…Leia mais.

Gestão da Saúde

Gestão do capital: entenda o movimento de financeirização na Saúde

De milhões para bilhões de reais, o setor de Saúde precisa de profissionalizar a gestão do capital Por Roberto Gordilho…Leia mais.

Gestão da Saúde

Por que o modelo de remuneração torna a Saúde ineficiente

Volume de procedimentos gerado e repasse de reajustes para clientes, são algumas das dificuldades do atual modelo de remuneração Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

Oportunidades de crescimento da Saúde no Brasil

Análise mercadológica e econômica apresenta bons motivos para organizações apostarem na Saúde no Brasil Por Editorial GesSaúde As oportunidades de…Leia mais.

Gestão da Saúde

A prescrição digital pode combater as fraudes de receita médica?

Por Rafael Moraes* A falsificação de documentos médicos é mais comum do que se pode imaginar. Para se ter uma…Leia mais.

Gestão da Saúde

Entenda o valor na Saúde para os 4 principais atores

Entrega de resultados e eficiência demanda que o gestor saiba oferecer valor na Saúde para os stakeholders Por Roberto Gordilho…Leia mais.

Gestão da Saúde

Planejamento estratégico: a importância do acompanhamento

A segurança do negócio e o alcance de metas exige acompanhamento rotineiro do planejamento estratégico Por Roberto Gordilho O final…Leia mais.

Gestão da Saúde

Cenários para enriquecer o planejamento estratégico

Ambientes externos e internos devem ser avaliados durante a produção do planejamento estratégico para a instituição Por Roberto Gordilho A…Leia mais.

Gestão da Saúde

Como alinhar a estratégia empresarial ao modelo operacional

Maturidade de gestão é o caminho para que a estratégia empresarial seja alinhada ao modelo de operação da instituição Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

Tempestade perfeita: por que a Saúde é diferente

Manter a segurança do negócio e o crescimento demanda buscar oportunidades nas transformações da tempestade perfeita Por Roberto Gordilho Uma…Leia mais.

Gestão da Saúde

A expectativa do cliente da Saúde mudou

Organizações precisam mudar o mindset para compreender a expectativa do cliente da Saúde Por Roberto Gordilho As  novas tecnologias, a…Leia mais.

Gestão da Saúde

Planejamento estratégico: como aplicar o 5W2H na gestão da Saúde

Ferramenta auxilia a identificar e especificar estratégias que devem constar no planejamento estratégico da organização Por Editorial GesSaúde Melhorar a…Leia mais.

Gestão da Saúde

Incorporar soluções de suporte à decisão clínica ao fluxo de trabalho pode fazer a diferença na Saúde

Em épocas de internet of things (IoT), inteligência artificial, realidade aumentada, big data, fica meio difícil imaginar nossas vidas sem…Leia mais.

Gestão da Saúde

Gestores extraordinários: o passo a passo para o sucesso

Roberto Gordilho apresenta curso inovador para todos que ocupam ou querem ocupar cargos de gestão e se tornarem gestores extraordinários…Leia mais.

Gestão da Saúde

Maturidade de gestão: vídeos mais acessados de 2019

Roberto Gordilho apresenta os conceitos mais relevantes para a maturidade de gestão na Saúde no canal GesSaúde do Youtube Por…Leia mais.

Gestão da Saúde

O que é maturidade de gestão na Saúde

Entenda o conceito de maturidade de gestão na Saúde.

Gestão Hospitalar

Gestão hospitalar: 10 artigos mais lidos do Portal GesSaúde

2019 foi um ano de transformações na Saúde em que os principais conceitos de gestão hospitalar foram fundamentais para os…Leia mais.

Gestão da Saúde

Ação imediata: entenda como o gestor pode usar essa estratégia

Plano de ação imediata é uma ferramenta de correção de erros a fim de antever cenários e determinar a melhor…Leia mais.

Gestão da Saúde

O plano de ação para organizações de Saúde

Ferramenta de acompanhamento do planejamento, o plano de ação é fundamental para atingir metas e objetivos Por Editorial GesSaúde Como…Leia mais.

Estratégia Empresarial

Planejamento em Saúde: a importância de objetivos e metas bem definidas

Estabelecer metas, avaliar e metrificar resultados fazem parte do processo do planejamento em Saúde Por Editorial GesSaúde A operação dos…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos