Gestão por processos: o caminho para aumentar a eficiência no hospital - GesSaúde
Voltar

Gestão por processos: o caminho para aumentar a eficiência no hospital

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade


Especialista aponta também a necessidade de investir em pessoas e comunicação entre equipes para melhorar a execução das rotinas

Por Editorial GesSaúde

A transformação do setor de Saúde motiva a gestão das organizações a buscar alternativas para equilibrar a balança entre qualidade dos serviços e redução de custos. Trata-se de uma retórica comum para players de outros segmentos do mercado. Por isso, uma estratégia empresarial bem elaborada requer a estruturação de processos claros, condizentes com a realidade da organização de Saúde e profissionais qualificados e engajados com a missão e valores da instituição. Para muitos especialistas, a gestão por processos é um dos pilares de uma instituição madura, focada em evoluir constantemente o negócio.

A gestão por processos, ou Business Process Management (BPM), é um conceito da administração moderna. Aliado às novas tecnologias, abre espaço para a modernização do hospital e principalmente para o fomento de uma cultura organizacional em que o cliente está no centro do negócio, além de mensurar a entrega de valor em cada rotina da instituição.

A professora doutora Deborah Elaine Caristo S. de Farias, docente do curso de enfermagem da Universidade Cruzeiro do Sul, esclarece que o BPM deve ser aplicado tendo em vista a essência empresarial de uma organização de Saúde. “Avalia-se que o hospital, hoje tido como empresa e com seu paciente visto como cliente, também realiza atividades de maneira integrada e conjunta (processos), que têm por objetivo atingir resultados relativos à sua missão. Desta forma, a gestão por processos, ou Business Process Management (BPM), apresenta um enfoque ordenado de gestão, abordando os processos de negócios como ativos que melhoram o desempenho organizacional, tendo em vista sua excelência e rapidez no negócio em Saúde”, argumentou a docente.

“Assim, tendo como propósito medir, analisar e otimizar a gestão do negócio, abarcando, ainda, suporte para a melhoria do relacionamento interpessoal e também de informatização, o modelo de gestão por processos é de grande valia também nas instituições hospitalares, por receber pontos tanto em qualidade como em eficiência no atendimento em Saúde”, comentou a especialista.

O mapeamento dos processos para que se tenha um resultado efetivo deve levar em consideração rotinas que perpassam por mais de um departamento da instituição, além de representar uma visão integrada da operação. Por isso, é importante que a gestão tenha um olhar centrado na entrega de resultados. “Indica-se, inicialmente, mapear os principais processos do hospital, como, por exemplo, selecionar uma área de cuidado integralizada e propor melhorias de desempenho por meio desta metodologia de gestão”, explicou Deborah, que cita quatro processos integrados:

  • Gerenciamento do Ciclo da Receita;
  • Gerenciamento da jornada do cliente;
  • Gerenciamento de pronto atendimento;
  • Suprimento e recursos materiais.

Comunicação

Processos claros, de acordo com a realidade do hospital, requerem pessoas capacitadas em executá-los, ingredientes fundamentais para organizar o negócio utilizando como apoio as novas tecnologias. Deborah argumenta que a comunicação entre equipes também deve ser uma preocupação dos gestores. “Para implantação de qualquer modelo de gestão, é de suma importância informar os colaboradores sobre os planejamentos e benefícios. Uma comunicação clara e objetiva, feita de forma adequada, apresenta grande chance de o colaborador se envolver e se comprometer com o novo modelo de gestão, minimizando a tradicional resistência a mudanças e o medo do desconhecido”, reforçou.

Leia também:

Prontuários eletrônicos e a aplicação da tecnologia para segurança de dados

Logística 4.0 em hospitais

Saúde 4.0 é tema de palestra de Roberto Gordilho na Hospitalar 2019


30 de maio de 2019 | Atualizado dia 30 de maio de 2019


ÚLTIMAS POSTAGENS

Estratégia Empresarial

Planejamento em Saúde: a importância de objetivos e metas bem definidas

Estabelecer metas, avaliar e metrificar resultados fazem parte do processo do planejamento em Saúde Por Editorial GesSaúde A operação dos…Leia mais.

Gestão da Saúde

Transformação digital na Saúde: como reduzir erros e ampliar a qualidade

Prontuário eletrônico, digitalização de informações e fim das prescrições em papel auxiliaram na conquista da certificação QMentum Internacional A prescrição…Leia mais.

Gestão da Saúde

GesSaúde lança curso Maturidade de Gestão e Transformação Digital na Saúde

Mudanças no setor exigem gestores capacitados e atualizados com os conceitos de maturidade de gestão Por Editorial GesSaúde A Saúde…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos