Stand up corporativo: como transformar relações em resultados - GesSaúde
Voltar

Stand up corporativo: como transformar relações em resultados

Junte-se a mais de 15.000 profissionais de gestão da saúde.

Assine nossa lista e receba conteúdos com prioridade


Especialista em liderança e motivação promove reflexão sobre comportamentos e interações entre colaboradores de organizações de Saúde

Por Editorial GesSaúde

Você já ouviu falar de stand up corporativo? Pois o II Congresso Brasileiro de Maturidade de Gestão na Saúde terá a participação de Jairo Martiniano, especialista em liderança e motivação e master coach pela Sociedade Latino Americana de Coach. O palestrante profissional vai abrir o encontro justamente com um stand up corporativo, que une elementos de descontração e bom-humor associados a conteúdo de gestão e liderança. A palestra “Liderança como instrumento de transformação” vai abordar o perfil de novos líderes dentro de organizações de Saúde e como melhorar resultados por meio de mudanças nas relações entre profissionais.

 

O objetivo do painel, conforme Martiniano, é fazer com que os participantes reflitam sobre o comportamento em relação ao trabalho que executam. “Como vamos focar nas lideranças, o tema central é como transformar relações em resultados. É um tema bastante sugestivo e que engloba a maneira como as novas gerações de líderes podem trazer resultados que a organização de Saúde necessita. A gente parte do pressuposto de que não conseguimos mudar as pessoas. Temos que mudar a nós mesmos, entendendo que a nossa gestão tem de ser de parceria”, descreveu o palestrante. 

Para o especialista, dentro do hospital o perfil de liderança é desenvolvido a partir de dois pontos essenciais: credibilidade e respeito. “São qualidades que não são conquistadas por meio de títulos, como um pós-doutorado na Alemanha. As pessoas devem entender que estão na instituição para fazer com que cada um se desenvolva, e todos têm um objetivo em comum: entregar para a organização aquilo que ela precisa”, salientou. 

Martiniano ressalta que liderar e gerenciar são ações complementares e que devem ser trabalhadas pelo profissional levando em consideração os objetivos, missão e valores do hospital. “Costumo dizer que liderança é a arte de fazer com que as pessoas façam. Liderar não é apenas gerenciar. É trabalhar o planejamento, solução de problemas, desenvolvimento de estratégias para que as pessoas se sintam melhor. Trata-se de como criar um ambiente de trabalho em que todos os envolvidos estejam bem.” 

Com esse perfil de liderança, a organização sente os reflexos na entrega de resultados mais eficientes e em menor tempo. “É comum em algumas organizações de Saúde equipes de atendimento supereficientes, porém, seus membros mal se olham ou se cumprimentam durante a jornada. O paciente percebe esse relacionamento e não se sente bem com isso”, comentou Martiniano, exemplificando como a mudança de comportamento também é sentida pelo paciente. 

O Congresso

O II Congresso Brasileiro de Maturidade de Gestão Hospitalar é uma iniciativa da Comunidade Maturidade de Gestão e ocorre no dia 24 de outubro no Hotel Novotel Jaraguá Conventions, localizado na Rua Martins Fontes, nº 71 Centro. Ingressos e mais informações estão disponíveis no site do evento: https://www.congressomatgestao2019.com/

Leia também:

Saúde 4.0: o impacto da tecnologia na gestão hospitalar

Gestão de mudanças: a organização está preparada para melhorar a operação?

Times de resposta rápida: estratégia é voltada para aumentar a segurança do paciente


23 de julho de 2019 | Atualizado dia 23 de julho de 2019


ÚLTIMAS POSTAGENS

Gestão da Saúde

O plano de ação para organizações de Saúde

Ferramenta de acompanhamento do planejamento, o plano de ação é fundamental para atingir metas e objetivos Por Editorial GesSaúde Como…Leia mais.

Estratégia Empresarial

Planejamento em Saúde: a importância de objetivos e metas bem definidas

Estabelecer metas, avaliar e metrificar resultados fazem parte do processo do planejamento em Saúde Por Editorial GesSaúde A operação dos…Leia mais.

Gestão da Saúde

Transformação digital na Saúde: como reduzir erros e ampliar a qualidade

Prontuário eletrônico, digitalização de informações e fim das prescrições em papel auxiliaram na conquista da certificação QMentum Internacional A prescrição…Leia mais.

Cadastre-se para ter acesso a conteúdos exclusivos